Envie para o cliente voltar para o topo

 

Conheça os benefícios da técnica japonesa do banho na floresta, que reduz o estresse e melhora a concentração.

 

banho de floresta, ou shinrin-yoku, em japonês, é uma espécie de terapia florestal que consiste basicamente em ir para uma área de floresta ou mesmo um parque e passar algum tempo em contato com a natureza. A técnica foi desenvolvida no Japão, em 1982, por iniciativa da Agência Florestal do governo japonês, que buscava encorajar as pessoas a saírem de casa e passarem algum tempo imersas na natureza.
 

Inicialmente baseado no senso comum de que o ar fresco e a imensidão de uma floresta fazem bem ao corpo e à mente, o banho de floresta logo começou a ser estudado e seus benefícios não tardaram a se comprovar. Atualmente, a técnica é usada como forma de medicina preventiva, tendo mostrado resultados na diminuição de cortisol, o principal hormônio causador do estresse, e da pressão arterial, além de melhorias na concentração e imunidade.

Praticar o banho de floresta japonês é muito simples, mas exige empenho do participante. A técnica propõe uma experiência meditativa, de silêncio, observação e trocas entre a pessoa e a natureza, sendo formada por exercícios muito semelhantes aos que mais tarde foram adotados pelas linhas de meditação mindfulness, como a observação detalhada de pequenos objetos, a caminhada lenta e com a atenção focada nos movimentos e a tentativa consciente de ampliar a percepção dos sentidos.
 

A sessão de shinrin-yoku começa com o deslocamento até uma floresta ou área verde, como um parque ou jardim botânico. O participante então deve se acalmar, observar o ambiente a sua volta e caminhar lentamente, prestando atenção ao movimento dos pé e deixando todos os sentidos atentos, permitindo uma imersão completa de sua consciência no ambiente da floresta.
 

O silêncio e o contato com a natureza permitem serenar a mente e o corpo e ajudam a expandir o que é percebido pelos sentidos, sendo cientificamente aconselhado como método para reduzir o estresse.

O ideal é que a terapia florestal seja realizada de forma individual e sem interferências. Procure um ambiente natural tranquilo, vá sozinho e fique em silêncio ou, se for em grupo, combinem de só conversar ao final da experiência. Os estudos realizados comprovam que os benefícios podem ser sentidos com caminhadas a partir de 40 minutos, mesmo que sejam ocasionais - nesse caso, o ganho maior é emocional e de curto prazo. No método terapêutico, são propostas sete caminhadas de três horas cada, sendo uma por semana, para que o participante aos poucos vá treinando o corpo e a mente para aquietar-se e ampliar a percepção. O começo da prática pode ser feito com o aconselhamento de um guia, que o ajudará para que você possa prosseguir sozinho com as sessões de caminhada na natureza após as sete semanas iniciais.

 

Benefícios comprovados

O médico Yoshifumi Miyazaki, da Universidade de Chiba, no Japão, estuda o shinrin-yoku desde 1990 e, junto com outros pesquisadores, comprovou os benefícios da terapia florestal. Os resultados da pesquisa aprofundada, publicados em 2009, mostram que o contato com ambientes florestais reduziu em 13% a concentração de cortisol no sangue das pessoas analisadas, em 2% a pressão sanguínea e em 18% a atividade do sistema nervoso simpático, responsável pelas respostas involuntárias a situações de perigo e estresse, além de uma diminuição de 6% na frequência cardíaca. Os dados foram acompanhados por uma melhora de 56% na atividade do sistema nervoso parassimpático, que responde a situações de calma, indicando um relaxamento biológico.
 

Há ainda um estudo que mostra que os cheiros presentes em uma floresta agem de modo positivo no organismo humano, diminuindo o estresse e a irritação. Além disso, caminhar em uma área verde, como propõe o banho de floresta japonês, ajuda a estabilizar a pressão arterial e a fortalecer a imunidade das pessoas. A pesquisa analisou os efeitos dos óleos essenciais e dos odores emitidos pelas árvores e sustenta a hipótese de que os pinheiros estão entre os maiores potenciais terapêuticos de uma floresta. Agora que você já conhece os benefícios do banho de floresta japonês, pode se programar para fazer uma caminhada na natureza na sua próxima folga. Aproveite o dia para estar em contato consigo mesmo, reservar algum tempo para ficar sozinho e meditar ouvindo o som dos pássaros, de um rio ou cacheira ou mesmo dos galhos se mexendo com o vento. Você irá perceber que sons remotos começam a se tornar audíveis, cores brilham mais e, ao final, a sensação de calma deve durar vários dias - e vai ajudar a enfrentar a correria e a poluição sonora do dia a dia.

Roteiro voltar para o topo

Banho de Floresta em Piracaia 

 

Sábado 26 de Setembro de 2020 

Um dia para relembrar que somos natureza. 
Uma experiência desenhada especialmente para quem vive em centros urbanos e busca momentos profundos de reconexão. 

 

PROGRAMAÇÃO 

Encontro às 7h na Freeway. 
Às 7h30 saímos com destino a Piracaia em nosso veiculo fretado. 

Chegada em Piracaia
Chegando na cidade, seremos recebidos pela Maga e pelo Renato para o café da manhã que será servido no Santo Cruzeiro de Piracaia. 
É o momento de saborear ingredientes frescos num dos pontos mais altos da cidade. Aqui, corpo e alma podem sentir que o agito da cidade grande vai ficando pra trás.  

Banho de Floresta 

Alimentados e revigorados, seguimos com a van por 15km até o Projeto Parque Cachoeira onde faremos a prática do Shinrin-Yoku (Banho de Floresta). A trilha entre as árvores nos convida ao silêncio e às práticas de contemplação. É nessa hora que a paisagem, os sons e os óleos essenciais começam a fazer sua alquimia em nossa saúde. 
Já nos primeiros 40 minutos os efeitos em nosso corpo começam a atuar, reduzindo hormônios do estresse e aumentando a vitalidade do sistema imunológico. 
Lá no fundo a gente tem aquela percepção de sentir que mais do que fazer parte da natureza, nós somos natureza.  

Segunda parte  

Na segunda parte do dia seguimos em nossa van por 11km até a Represa Cachoeira. Estaremos no Waru, um lugar que nasceu do desejo de restaurar o local onde um dia houve uma floresta. É onde os anfitriões decidiram buscar uma vida mais significativa, e em contato mais próximos com a natureza, e assim criar seus filhos. 
Vamos conhecer um sistema de aquaponia, onde peixes e vegetais vivem num ciclo integrado.  
O picnic, com ingredientes vindos de produtores locais, será de frente para a Represa Cachoeira, onde os convidados terão oportunidade de passear de kayak num cenário de encher os olhos. 
No final da tarde retornamos a São Paulo e à Freeway, com chegada prevista para as 21h. 

Coordenação e condução: Edgar Werblowsky, fundador da Freeway e criador da Free Aging.

Anfitriões locais: Margareth Miranda, professora de yoga e jogos cooperativos, facilitadora do programa O Bom Stress, e Idealizadora do Waru, e Renato Inácio , autor do livro Introdução à Aquaponia. Designer e idealizador do Waru.  
 

Galeria voltar para o topo

Saídas voltar para o topo

  • 26

    Set

    2020

PREÇOS voltar para o topo

 

 

                                                                                                            VALORES POR PESSOA – Em Reais

ADULTO

R$ 390,00

FORMAS DE PAGAMENTO
No Cheque ou Cartão - Em até 3 vezes iguais sem juros – Não aceitamos cheques de terceiros ou de pessoa jurídica cujos proprietários não sejam os viajantes.

INCLUÍDO voltar para o topo

INCLUÍDO  
- Transporte fretado; 
- Coordenador e condução dos facilitadores; 
- Atividades e vivências; 
- Refeições: Café da manhã no Alto do Cristo e almoço-piquenique à beira da represa; 
- Seguro Viagem Nacional (consulte suplemento para maiores de 70 anos) 

 

NÃO INCLUÍDO  
- Bebidas; 
- Despesas pessoais; 
- Caiaques (solicitar no ato da reserva. R$ 40) 

  

Cancelamentos e devoluções
De acordo com as condições do contrato de prestação de serviço. 

 

 

 

 

NÃO INCLUÍDO voltar para o topo

-Bebidas;
-Despesas pessoais;

Cancelamentos e devoluções voltar para o topo

De acordo com as condições do contrato de prestação de serviço.

Anfitriões voltar para o topo

Edgar Werblowsky

Edgar é fundador da Freeway. Engenheiro civil, promoveu uma guinada em sua vida ao buscar um trabalho que envolvesse gente em ambiente de satisfação, natureza, viagens, criatividade e inovação. Ambientalista, é apaixonado por construir pontes entre as pessoas e entre pessoas e a natureza. Celebra a vida a cada instante. Liderou viagens pelos cantos e recantos mais especiais de nosso lindo país e em outros países. 

Entre em contato!

RESERVE OU TIRE SUAS DÚVIDAS - Ligue para 11 5088-0991 ou preencha o formulário abaixo: