Blog

Irlanda - Cultura Celta na Ilha Esmeralda - Melhor Época e O Que Fazer

Ahhh, a IRLANDA.... Um país completo quando o assunto é turismo! A Irlanda possui um dos contrastes mais belos do mundo.

A mistura perfeita entre medieval e contemporâneo, na Irlanda você conhece dos grandiosos castelos aos pubs de Dublin.  Tudo nas mais incríveis paisagens dessa ilha maravilhosa!

Sem contar a sua riqueza cultural, que apresenta características herdadas principalmente dos celtas, que deixaram na Irlanda suas marcas mais belas

 

Onde fica a Irlanda? E por que Ilha Esmeralda?

A inesquecível Ilha Esmeralda! O apelido pegou e teve origem no século XVIII, quando o poeta William Drennan se referiu aos belos campos e áreas verdes da Irlanda como a esmeralda da Europa.

Banhada pelo Oceano Atlântico, o mar Céltico, o Canal de São Jorge e o Mar da Irlanda, o país faz fronteira terrestre apenas com a Irlanda do Norte. A Ilha da Irlanda é vizinha da Grã-Bretanha.

A Ilha Esmeralda é a terceira maior ilha da Europa e com uma extensão de apenas 84.421 km². A relação com a vizinha do norte é por vezes conflituosa, que atualmente faz parte do Reino Unido.

 

 

O legado da cultura Celta na Irlanda

Os Celtas fizeram parte de quase toda a Europa, mas a sua história na Irlanda parece que ficou marcada em cada rocha. Os Celtas eram extremamente artísticos e espirituais, muito habilidosos no artesanato e na música.

Tinham seus próprios deuses e uma conexão pura com a natureza, cultuada de forma verdadeiramente sagrada em seus ciclos.

Os seus símbolos circulares podem ser encontrados pela Irlanda, assim como as sagradas triquetras e o triskel, que remetem ao número 3. O nascimento, a vida e a morte. A primavera, o verão e o inverno. Mais tarde, o cristianismo adotou o "Pai, Filho e Espírito Santo".

Aliás, muitos historiadores questionam a influência dos celtas na cruz que tornou-se símbolo do cristianismo, os símbolos celtas são muito mais antigos. Mas há quem diga que a cruz celta com o anel simboliza a repressão cristã contra a cultura pagã. Mistérios para descobrirmos...

De todo modo, a verdade é que os Celtas deixaram um legado único para nós... E na Irlanda é possível fazer uma viagem histórica para sentir toda essa herança celta!

 

arte Celta estava presente tanto na religião como na guerra. A música Celta, atualmente uma arte folclórica na Irlanda, utiliza de instrumentos como a flautas, harpas e gaitas de foles. Hoje mescla-se com o folk e o rock nos pubs irlandeses. 

A arte perdura, assim como os locais sagrados... Até hoje muitos locais importantes encontram-se preservados, por exemplo a casa que era considerada do deus Celta Aengus, que se transformou em um ponto turístico visitado até os dias atuais.

Com tradições que atravessam a barreira do tempo, é possível sentir estando na Irlanda todos os vestígios e emoções culturais que esse povo deixou.

 

Como chegar na Irlanda?

Atualmente não há voos diretos do Brasil para a Irlanda, mas é muito simples fazer conexões para chegar ao aeroporto de Dublin por diferentes companhias aéreas e capitais da Europa. 

Também não há transportes regulares como acontece da França para a Inglaterra, sendo necessário pegar um voo para a capital irlandesa.

Existem diversas empresas com voos para a Irlanda e com outras conexões, como a Lufthansa, British Airways, KLM, a Air France, entre outras.

 

 

Qual a melhor época para viajar para a Irlanda?

O inverno na Europa até tem o seu charme, onde o clima fica mais nublado, úmido e ameno. Muitos locais tem até neve e é preciso acostumar-se com as noites longas. 

O inverno irlandês é ainda mais intenso.  As temperaturas ficam na média dos 4ºC, podendo ser mais difícil para nós brasileiros nos acostumarmos, já que contrasta bem com o clima tropical do Brasil.

Já no verão irlandês, entre junho e setembro, as temperaturas ficam em torno de 16ºC, o que é mais agradável, fora que os dias são bem maiores, você com certeza aproveitará mais os lugares de natureza.

Lembrando que no verão, o clima mais quente também aquece o turismo, o que ocasionalmente, eleva os preços dos voos e dos passeios. 

Por isso, o mês que nós indicamos para viajar para a Irlanda é em junho ou setembro, onde é possível aproveitar o clima mais agradável do país e foge da alta temporada. 

 

 

 

Lugares para conhecer na Irlanda... O que fazer?

A Irlanda é um país muito rico em cultura, histórias, belezas naturais e atrações turísticas. Então achar o que fazer será uma tarefa fácil, o difícil é decidir quais, dentre tantas opções, serão as escolhidas para seus passeios.

As opções vão desde passeios em Dublin, ideal para conhecer a cultura local, até lugares do interior, onde é possível encantar-se com a fascinante arquitetura medieval de seus castelos e admirar o contraste do verde com as cores presentes na vegetação de suas paisagens naturais.

Lembrando que, por ser um país pequeno, a locomoção entre cidades para visitar pontos turísticos é fácil e rápida, então não se prenda a conhecer apenas a capital. Explore a Irlanda!

Pensando nisso, separamos algumas das opções imperdíveis dos lugares para conhecer na Irlanda.

 

Dublin

A capital da Irlanda, é o principal ponto turístico do país. No centro de Dublin, localizam-se as ruas comerciais movimentadas e os quarteirões com arquitetura georgiana, onde estão as estilosas portas coloridas da Irlanda.

Portas que ficaram tão famosas que são hoje consideradas patrimônio cultural e ninguém pode alterar a cor das mesmas sem autorização.

Outro ponto turístico essencial ainda em Dublin, é a belíssima Catedral St. Patrick's, considerada a maior da Irlanda, onde grandes personalidades possuem seus restos mortais preservados, como o escritor de “As Viagens de Gulliver”.

E para a noite, o bairro Temple Bar em Dublin é onde você encontrara os melhores ‘pubs’ do país, com muita música folclórica ao vivo e as melhores cervejas da Irlanda.

 

Glendalough, o “Vale dos Dois Lagos”

Ainda próximo de Dublin, no condado de Wicklow, localiza-se o Parque Nacional das Montanhas de Wicklow, que possuem cerca de 20.000 hectares de encantadoras paisagens montanhosas.

Mas, uma das grandes atrações fica por conta das ruínas monásticas espalhadas pelo vale, sendo algumas datadas com quase 1000 anos.

As ruínas contam a história de constantes invasões desse antigo mosteiro, onde a região foi saqueada diversas vezes por vikings.

Outro ponto alto deste passeio são os dois belos lagos contornados de vegetação, que possuem inclusive um pequeno pedestal estrategicamente posicionado para os visitantes poderem tirar as melhores fotos.

É admirável presenciar a maneira que a natureza e a cultura se completam em Glendalough. Sendo um dos lugares mais religiosos do mundo e que por sorte a nossa, é cercado por montanhas e florestas exuberantes.

Castelo de Bunratty

Outro destaque no país são as incríveis construções medievais, não podendo deixar de lembrar do Castelo Bunratty, classificado como monumento nacional.

O castelo, que é inteiro decorado no seu interior, remete você a sensação de viagem no tempo, principalmente pelo seu estado bem conservado.

E para completar a experiência, no arredor do castelo existe um parque chamado Parque Folk”, sendo muito bem idealizado e realizado com uma linda vegetação que faz um contraste excelente com o cinza do castelo.

 

Ilhas Aran

As Ilhas Aran, são um conjunto de 3 ilhas localizadas em Galway na costa Oeste da Irlanda e pertencem a República Irlandesa.

Para termos ideia da paz e tranquilidade que essas ilhas transmitem, elas possuem aproximadamente apenas 1200 moradores.

Apesar de pouco populosa, elas possuem diversos passeios que valem a pena realizar.

Como a fortificação Dún Aonghasa, uma impressionante estrutura da idade do ferro com mais de cem metros de altura voltada para a vastidão do Atlântico Norte.

Visitar a praia Kilmurvy também é um ótimo passeio, sendo a principal praia da ilha, ela conta com águas tranquilas e transparentes.

Com um guia, o passeio às Ilhas de Aran fica ainda melhor, pois ele pode detalhar a história destas exclusivas ilhas e explicar a variedade de flores silvestres lá presente, sendo mais de 400 espécies.

Outra dica é se hospedar na ilha por uma noite, poder relaxar na tranquilidade do cair do sol e aproveitar para tomar uma cerveja local a noite é uma experiência fenomenal.

Falésias de Moher, ou Cliffs of Moher

Um conjunto de penhascos de tirar o folego, com mais de 214 metros de altura, essas belezas naturais são rochas que se formaram a partir de sedimentos trazidos pelo vento, até se juntarem e gerarem grandes penhascos.

O penhasco também possui uma variedade de lendas antigas, como, por exemplo a da Sereia de Moher e a da Cidade Perdida de Kistiffen. É recomendado fazer um passeio guiado aos penhascos para obter uma experiência completa e cheia de curiosidades.

Lá, é possível ter uma vista deslumbrante das Ilhas de Aran. Um lugar onde você se conecta a natureza e admira a imensidão do ponto turístico natural mais visitado da Irlanda. É simplesmente indescritível.

 

Viaje para a Irlanda com a Freeway

Você é do tipo que além de conhecer uma cultura mágica como a Celta, gosta de presenciar momentos únicos e deslumbrar de vistas encantadoras? A Irlanda é para você!