Blog

Lençois Maranhenses - Melhor Época, Onde Ir e O Que Fazer

Lençóis é o único deserto no mundo recheado por lagoas. Precisa falar alguma coisa mais? 

A imensidão de dunas, que se desenham com lagoas cristalinas azuis e verdes, são de emocionar qualquer ser humano. Um dos mais belos destinos brasileiros.

A Freeway há mais de 20 anos leva diversas pessoas para conhecer esse paraíso, que no início de nossa operação ainda não tinha estrutura confortável para receber turistas. 

Por isso, ficamos gratos de contribuir para o crescimento do destino, assim como apoiar as comunidades locais para desenvolver renda através do turismo e artesanato.

Procurando pacotes para os Lençóis Maranhenses? Veja várias opções de roteiros que separamos.

 

Onde fica os Lençóis Maranhenses

Localiza-se na parte norte do estado da Maranhão, em uma vasta área a partir da costa atlântica do nordeste brasileiro. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses ocupa uma área similar a grande São Paulo.

Tradicionalmente se visita a área conhecida como os Grandes Lençóis, mas há mais ao sudeste os Pequenos Lençóis também.

 

Quando ir e a melhor época para viajar para os Lençóis Maranhenses

O grande atrativo de Lençóis são as belas lagoas formadas pelas chuvas, que vão de janeiro até meados de junho. Acontecem majoritariamente no primeiro semestre.

No início do ano ainda chove bastante e as lagoas ainda estão enchendo. Por isso, recomendamos de abril até outubro, quando as lagoas estão cheias e já não choverá tanto.

De novembro a janeiro não é um período tão recomendado, por quase todas as lagoas estarem secas. Salvo em anos em que a chuva aconteceu de forma atípica.

De todo modo, ao agendar sua viagem conosco, poderemos passar todas as informações para você se programar.

 

 

Como Chegar nos Lençóis Maranhenses

A melhor maneira é pegar um voo até São Luiz do Maranhão, aeroporto comercial mais próximo, com uma média de 250 km do Parque Nacional. 

Depois é só pegar transfer ou veículo até Santo Amaro do Maranhão ou Barreirinhas, uma das duas principais entradas do parque.

Ambas se localizam em pontas diferentes. Sendo Barreirinhas a mais desenvolvida e Santo Amaro do Maranhão um crescente município, que agora tem trajeto asfaltado. 

Atins também é um outro ponto de entrada, que pode ser acessado pelas dunas de carro. Ou pelo rio, com a lancha voadeira.

 

O que fazer na sua viagem para Lençóis Maranhenses 

Vamos separar essas dicas por cidade, assim facilita a organização da sua viagem. Veja como organizamos nossos roteiros, para você conferir nossas ideias de passeios, preços e hospedagem.

Santo Amaro

Santo Amaro é uma vila localizada à beira do Rio Alegre, que cresceu devido a recente estrada de asfalto. A cidade tem pousadas simples, mas muito hospitaleiras. 

O passeio clássico é visitar as lagoas no Parque Nacional. Os passeios podem ser feitos com veículos 4x4 adaptados para chegar nas lagoas. Recomendado ir para ver o pôr do sol, que fica com cores lindas.

Também recomendamos conhecer o Espigão e Povoado da Betânia. Vila localizada na beira do rio, que enriquece a viagem pelo contato cultural. Vale almoçar no local, para se deliciar com uma comida típica. 

 

Barreirinhas

É a maior cidade dos Lençóis Maranhenses, com uma média de 62 mil habitantes. Tem a melhor estrutura hoteleira e recebe a maior parte dos turistas que vão visitar os Lençóis Maranhenses. Fica as margens do Rio Preguiça.

Recomendamos também o passeio pelas Lagoas do Parque Nacional com carro 4x4. Aqui encontramos as famosas Lagoa Azul, Lagoa do Peixe. 

Vale uma caminhada por elas, com pausa no restaurante da Dona Graça para o almoço. E para fechar, curtir o pôr do sol e o final de tarde na Lagoa Bonita. 

Outro passeio é ir para a comunidade Tapuio e Marcelino, feito com lancha no Rio Preguiça. Eles vivem da confecção da palha de buriti e a casa da farinha.

Em Marcelino, a Freeway apoiou uma cooperativa para as artesãs que trabalham com a palha de Buriti. Muitas antes viviam do escambo e agora tem uma renda.

Na comunidade Tapuio, de origem indígena, eles fabricam farinha, telhas e tijolos. Gostam de receber viajantes. Uma boa fazer uma visita.

Atins

O povoado de Atins pode se chegar pelo Rio Preguiça de lancha, ou por estrada de areia. Recomendamos ir de lancha e voltar de carro, assim conhece ambos e curte uma “experiência completa”. 

Legal ver os Igarapés, mangues no caminho. Na foz do rio é um local muito gostoso de ficar. A povoado tem uma charme único, muito comum observar no local a prática de Kite Surf.

 

Delta do Parnaíba

Para quem quer continuar curtindo a viagem, uma possibilidade é a extensão para Delta do Parnaíba, já na fronteira com o Maranhão. Na foz do Rio Parnaíba forma-se um lindo ecossistema.

São 5 braços, berçários, mangues e vida natural. E navegação acontece pelo foz do rio com parada na Ilha do Caju, porto das Barcas, em Parnaíba e outros belos lugares no caminho.

Rota das Emoções 

Para quem quer curtir ainda mais o que esse trechinho de costa pode proporcionar, recomendamos a Rota das Emoções. Onde você curte Lençois, Delta e termina em Jericoacoara. 

O melhor do litoral do Maranhão, Piauí e Ceará juntos. Em um caminho cheio de emoções, que pode passar ainda por lugares como o Parque Nacional das sete cidades, no Piaui.

E chegar em Jeri, não precisamos nem comentar. A maravilhosa vila cearense, mesmo cada vez mais procurada, permanece muito charmosa e paradisíaca.

 

Viaje com a Freeway - Confira os nossos roteiros para os Lençóis Maranhenses

Roteiros completos para Lençóis Maranhenses. Fique quando quiser: 5, 7, 8, 10 ou 11 dias. Confira agora as opções de Santo Amaro, Barreirinhas e Atins, com Delta do Paranaíba e Rota das Emoções