Blog

8 motivos para ir ao Mato Grosso do Sul e conhecer a beleza de Pantanal e Bonito

Nunca deu valor ao Mato Grosso do Sul? Pois saiba que o estado brasileiro abriga uma das mais maravilhosas diversidades naturais da América.

 

O interior do Brasil é frequentemente esquecido como destino para viagens. O estado do Mato Grosso do Sul também é pouco lembrado pelos brasileiros, apesar de abrigar o maravilhoso complexo do Pantanal, a Serra da Bodoquena e receber turistas do mundo todo

O estado do Mato Grosso do Sul tem muitos outros atrativos, mas você precisa pelo menos conhecer dois destinos que destacamos, Bonito e o Pantanal.

E claro, sem deixar de citar que o Pantanal também se estende ao estado do Mato Grosso, a Bolívia e o Paraguai. Vamos listar 8 motivos para você viajar e conhecer a exuberante região do Pantanal e Bonito.

Água

O primeiro motivo são as águas. O Pantanal leva esse nome exatamente por ser uma extensa planície que passa boa parte do ano alagada.

No período da cheia, que inicia-se na primavera e se estende até o outono, mais de 80% da extensão pantaneira fica inundada. É o mesmo que Portugal, Holanda, Suiça e Bélgica ficarem submersos.

Só o Rio Paraguai é responsável por despejar a cada 24 horas, por volta de 178 bilhões de litros de água na região pantaneira.

Parte da população migra durante os períodos mais cheios para cidades e vilas próximos. A água também impede a passagem de muitas estradas.

O Rio Sucuri, que passa por Bonito, tem uma das águas mais cristalinas do mundo. É possível observar através de suas águas transparente diversos peixes e uma exuberante flora aquática.

Então vamos falar dos peixes...

Peixes

Só o Pantanal, possui mais peixes que todos os rios da Europa juntos. São mais de 320 espécies de peixes na região.

Em Bonito um passeio certo é mergulhar nas águas cristalinas para observar a riqueza dos peixes. É muito comum ver cardumes de Piraputanga, que costumam medir 50 centímetros.

A região do Pantanal é muito procurada por turismo de pesca também. O maior peixe é o Jaú, que pode atingir 1,5 metro e pesar 120 quilos.

Um peixe também é muito temido por lá, a piranha. São 24 espécies brasileiras, sendo a piranha-caju a mais responsável por ataques.

É comum os pantaneiros ferirem um boi para atrair as piranhas e atravessar o resto do rebanho com segurança. Daí que  surge a expressão “boi de piranha”.

Aves

Mais uma vez, a riqueza da região chama atenção. Com 625 espécies, só o Pantanal já tem muito mais aves que a América do Norte inteira.

Tanto em Bonito, quanto na planície pantaneira é possível fazer passeios para observar os lindos pássaros presentes na região. Destaque para as diversas araras.

A ave símbolo do Pantanal é o tuiuiú, também chamado de jaburu. Ele pode ter 2 metros de envergadura e é muito comum ver o animal exibir-se com encanto para os turistas

Répteis

Os répteis também tomam conta do estado. Principalmente os jacarés que estão por todo o Pantanal. Com mais de 2 metros, podem ser avistados pelas margens alagadas.

Como se alimentam de peixes, tem na região muita disponibilidade de alimento. Acredita-se que existam 10 milhões de jacarés, mais de 70 indivíduos por quilômetro quadrado.

A segunda maior cobra do mundo, também vive no Pantanal, a sucuri pantaneira. Ela pode chgar a impressionantes 10 metros de comprimento. No entanto a base de seu cardápio são os peixes.

Mamíferos

Adivinha onde está também o maior morcego das Américas? Sim, também no Pantanal. É o morcego-fantasma-grande, com 1 metro de envergadura.

E o maior felino das Américas, a onça pintada é encontrada facilmente no Mato Grosso do Sul.

A região também é conhecida por abrigar as antas, que vivem em regiões com muita água, sendo o Pantanal um local ideal. Além disso é o maior mamífero encontrado em território brasileiro.

Plantas

Não é só a fauna que é rica e diversa. O bioma pantaneiro é uma das regiões com a maior diversidade vegetal do mundo. São mais de 3500 espécies de plantas terrestres e aquáticas.

Esta enorme variedade pode ser vista nos diversos tipos de plantas, gramíneas, arbustos e árvores de pequeno, médio e grande porte.

Terra

O Pantanal é uma extensa planície, com altitudes que não passam de 100 metros. Assim, é a maior planície inundável do mundo.  

O Mato Grosso do Sul tem em seu território 89.218km² da região pantaneira. Fora isso, o estado tem a Serra da Bodoquena contornando a parte sudoeste do Pantanal, que traz as maravilhosas atrações de Bonito, cachoeiras, cavernas, abismos e condutos subterrâneos.

Céu

Ao entrar no Estado do Mato Grosso do Sul, as estradas se alongam em grandes retas que parecem intermináveis.

As estradas e campos planos dão não somente a sensação de céu mais plano como no ângulo de visão o alcance é mais longínquo.

Muitos empresários brasileiros comentaram que tiveram grandes insights olhando o céu de Bonito. Um horizonte sem fim, que traz paz e reflexão

A noite então, o céu horizontal torna-se espetacular para avistar as estrelas. Ver a majestosa Via Láctea totalmente iluminada e em detalhes é um dos atrativos noturnos.

Vamos viajar?

Com o feriado de Corpus Christi se aproximando, escolher um destino como estes é necessário. A época das cheias pantaneiras já passou, a alta temporada de Bonito também. É um momento ideal para conhecer a região.

Temos um roteiro completo para os principais atrativos de Bonito. E um roteiro na fazenda 23 de março, para desfrutar as maravilhas do Pantanal com diversas opções de lazer.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco: 11 5088-0999

 

 

FALE COM NOSSO CONSULTOR