Blog

Ametista do Sul - Onde fica, como chegar, atrações e melhor época

Ametista do Sul é um local ainda pouco conhecido dentro do turismo nacional, porém, tem cada vez mais se transformado em uma agradável surpresa para os viajantes que ali chegam e se encantam.

O grande tesouro nessa pequena cidade do sul são as maiores jazidas subterrâneas de ametista do mundo, não é à toa o seu nome, não é mesmo? 

A pedra ametista é considerada um símbolo de sabedoria e energização, o que proporciona à cidade ares místicos e boas energias. Fora o tom violeta da pedra, que brilha e impressiona.

Onde fica Ametista?

A cidade de Ametista do Sul está localizada ao Norte do Estado do Rio Grande do Sul, a 438 km da capital, Porto Alegre, e a cerca de 90 km de Chapecó/Santa Catarina. Pertence à Mesorregião do Noroeste Rio-grandense e à Microrregião de Frederico Westphalen.

A cidade faz limite com os municípios de Iraí ao norte, Rodeio Bonito ao lado leste, Cristal do Sul entre sul e oeste, e a cidade de Alpestre na direção nordeste.

Como chegar em Ametista?

Não há aeroportos em Ametista do Sul, então para chegar até a cidade é preciso pegar algum transporte terrestre. Mas você pode usar um aeroporto de alguma cidade do sul.

Para quem sai de Curitiba, o trajeto principal é feito através da BR-153. De Porto Alegre é pela BR-386 ou pela RS-324. Vindo de Chapecó o percurso é feito principalmente através da ERS-406.

Os aeroportos mais próximos estão localizados em Porto Alegre, ou em Chapecó, em Santa Catarina.

Uma ótima dica para quem for de avião, é alugar um carro em seguida e aproveitar  para conhecer outras cidades da região, durante o caminho. 

A Freeway organiza grupos para Ametista, onde você também pode conhecer lugares como o Salto de Yucumã



A história de Ametista

Poucas pessoas conhecem Ametista do Sul, porém a sua história é bem mais antiga do que podemos imaginar. O território onde hoje é conhecido pelas suas belíssimas pedras violetas, já foi habitado pelos índios caingangues.

Os índios caingangues são um povo, que pertencem ao tronco linguístico macro-jê, sua cultura desenvolveu-se à sombra dos pinheirais, as Araucárias brasilienses. 

E há pelo menos dois séculos, sua extensão territorial compreende a zona entre o Rio Tietê, em São Paulo, e o Rio Ijuí, no nordeste do Rio Grande do Sul.

A partir do século XX, a região começou a ser povoada por habitantes que vieram de Palmeira das Missões e Santa Bárbara. Chegaram também algumas pessoas de Caxias do Sul.

Em 1945, alguns imigrantes construíram uma capital com a imagem de São Gabriel, dando a mesma denominação à localidade. E na mesma época começaram a ser encontradas algumas pedras semipreciosas na região, principalmente de pedra ametista, o que deu origem ao nome da cidade.

Ametista começou então a receber pessoas com interesses na exploração de mineração, surgindo a partir disso o desenvolvimento urbano da cidade.

Foi então, no ano de 1992, que o governador Alceu Collares concedeu a emancipação do município.

 

O que fazer em Ametista do Sul?

A cidade é conhecida por seus passeios inusitados, como os restaurantes subterrâneos, as piscinas aquecidas, minas ativadas para visitação, os parques, museus e vinícolas.

 

E não distante de Ametista, encontra-se o Salto de Yucumã, a maior queda d'água longitudinal do mundo, com aproximadamente 1.800m de extensão, formada por uma falha geológica do Rio Uruguai, que faz divisa entre Brasil e Argentina. Um espetáculo único! 

 

Conheça algumas das principais atrações:

 

Museu das Pedras Gigantes

O museu tem uma enorme coleção de ametistas, algumas delas são tão grandes que é possível até entrar dentro.

Museu da Ametista

Esse museu conta com mais de 1500 exemplares de minerais e pedras preciosas de vários lugares do mundo. Um dos grandes destaques é um Meteorito raro de aproximadamente 140 kg que caiu do espaço, e uma pedra de ametista super valiosa com 2.5 toneladas.

Igreja matriz São Gabriel

A Igreja Matriz é dedicada ao anjo Gabriel, ela foi inaugurada em 2008, e é a única igreja do mundo revestida de Pedras Ametistas, com mais de 40 toneladas, que revestem as paredes internas da igreja.

Praça Central e Pirâmide Esotérica

A praça central é um ótimo local para conhecer mais sobre a cidade, há algumas árvores ao redor, com um chafariz e o letreiro para fotos. A pirâmide esotérica é um dos pontos de destaque da praça, A sua estrutura é de vidro, em formato de pirâmide, e as suas paredes internas são forradas de ametistas.

A pirâmide simboliza a ligação entre o céu e a terra. E os seus quatro ângulos representam a inteligência, o silêncio, a verdade e a profundidade. É inclusive um ótimo local para meditação. 

LP minerais do Brasil

A loja da LP minerais é uma das maiores empresas do mundo, ela atua no ramo de pedras preciosas e semipreciosas. É uma daquelas lojas que vale a pena a visita, mesmo que você não compre nada. 

Há muitas variedades de produtos, com diversas opções de tamanho e formatos.

Vinícola Ametista

A Vinícola Ametista é a maior cave subterrânea de envelhecimento de vinhos. As galerias subterrâneas ficam a cerca de 300 metros de profundidade, fornecendo a temperatura e umidade ideais.

Há opções de passeios pelas galerias repletas de cristais, junto ao processo de envelhecimento do vinho, onde são feitas degustações.

Restaurante Garimpo

O Restaurante do Garimpo não é somente um restaurante, ele é uma experiência única. Ele fica localizado dentro de uma galeria subterrânea, em uma mina desativada, e o seu buffet é de alta qualidade.

Melhor época para conhecer Ametista?

Ametista do Sul é um daqueles destinos que você pode visitar em qualquer época do ano. Como a maioria das atrações são subterrâneas, dá inclusive para visitar a cidade nos períodos de chuva.

Uma dica importante é se atentar para os períodos de alta temporada e feriados, procurando fechar o seu pacote e passeios com antecedência.

Viaje com a Freeway para Ametista!

Conheça a incrível cidade de Ametista. A Freeway tem vários grupos exclusivos com todos os passeios, hospedagem e guia inclusos. 

FALE COM NOSSO CONSULTOR