Blog

Antônio Prado

Nome oficial: Antônio Prado
População: 12.837
Cidade do: Brasil (Rio Grande do Sul)
Idioma: português, italiano

O que é: Antônio Prado foi a última colônia italiana criada pelo então governo imperial brasileiro. Em 1886, os primeiros italianos se instalaram na região, dedicando-se à pequena agricultura. Atualmente, é considerada a cidade mais italiana do Brasil. Seu nome foi dado em homenagem ao conselheiro Antônio da Silva Prado, idealizador da imigração italiana no Brasil. A cidade se localiza na serra gaúcha, a uma altitude de 658 metros, a 184 km de Porto Alegre.

Como chegar: A pequena cidade é servida por dois aeroportos - o internacional de Porto Alegre, e o aeroporto regional de Caxias do Sul, que conta com voos oriundos de São Paulo. O pequeno aeroporto é o mais próximo, estando a 52 km de Antonio Prado. Entretanto, o transporte é normalmente feito por automóvel. A principal rodovia encontra-se em boas condições de tráfego entre as cidades de Porto Alegre e Caxias do Sul, sendo somente razoável após esse ponto. Existem ônibus em linhas regulares desde Porto Alegre ou também Caxias do Sul.

Andando por lá: A maioria dos atrativos de Antônio Prado concentra-se no centro da cidade, onde também fica a rodoviária. Não há necessidade de meios de transporte adicionais para visita aos locais históricos. Porém, somente com automóvel a parte rural do município é acessível.

Falando: Apesar de estar no Brasil, os pradenses fazem jus ao título de sua cidade: uma variação de dialeto italiano é amplamente utilizada na comunicação cotidiana dos habitantes. Dificilmente o turista comum encontrará alguém que se comunica exclusivamente no dialeto, então não há o que se preocupar. A língua não é uma barreira, é mais um atrativo.

O que ver: A cidade possui o mais completo conjunto arquitetônico da colonização italiana no Brasil, com 48 imóveis do centro urbano tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) desde a década de 1980. Outros imóveis na zona rural de Antônio Prado igualmente sobreviveram ao tempo, sendo marcos da colonização italiana no sul do Brasil. A maioria das casas fica nos arredores da Praça Garibaldi. Também na praça fica a Igreja Sagrado Coração de Jesus, igreja matriz de várias existentes no município, muito religioso. No Museu podem ser vistos mais de 500 objetos que contam a história dos imigrantes italianos, hábitos e costumes, sendo ainda possível vivenciar uma casa com os artefatos que os imigrantes utilizavam diariamente.

Fora do centro da cidade, é possível fazer o roteiro rural Caminhos da Imigração, na Linha 21 de Abril, que retrata o trabalho e os costumes dos antigos imigrantes, visitando um moinho d'água, o Centro de Artesanato Lavoro della Mane, a Ferraria Marsílio (onde se pode ver como funcionava uma antiga marcenaria e ferraria), um santuário e, ao final, uma visita à Cantina Graciosa, com venda de produtos típicos.

Bonito de se ver também é o Vale do Rio das Antas: uma das melhores vistas pode ser obtida da Ponte Passo do Zeferino, que liga Antônio Prado à cidade vizinha de Flores da Cunha. A Cascata da Usina é uma bela queda d'água, onde o visitante pode admirar as belezas naturais no entorno do município, possuindo três plataformas para visualização. O acesso é de chão batido, mas é possível chegar com um ônibus de turismo.

Compras: Basicamente é realizado o comércio de artesanato na zona central da cidade. O artesanato de Antônio Prado conta com vários artefatos, destacando-se o crochê, artigos feitos com palha de milho e artigos de lã. Pessoalmente, uma recomendação ao turista é a geleia de frutas caseira feita no município - excelente - vendida nas lojas em frente à Praça Garibaldi.

Onde comer: A cidade possui alguns poucos restaurantes no centro. O que mais se destaca é a anual Noite Italiana, que acontece no Centro Municipal de Eventos, oferecendo farta gastronomia italiana disposta em bufês. Acontece no mês de agosto e geralmente mais de 5 mil pessoas participam do evento. São oferecidos a noite inteira: polenta brustolada, copa, salame, queijo, galeto ao primo canto, galeto a menarosto, pepino, pão, figada, bolos, merengues e frutas. Tudo isso acompanhado por música italiana.

Contato com o mundo: Há conexão via internet móvel 3G na área central da cidade.

Onde ficar: Existem dois hotéis principais no centro da cidade, o Hotel Piemonte (que oferece passeios para a Região das Hortênsias, cânions dos Aparados da Serra e Região da Uva e Vinho) e o mais simples Hotel Pradense, ambos na avenida principal. No interior do município existem dois bons locais de hospedagem rural, melhor para uma experiência mais autêntica: a Pousada Zanotto e a Pousada Colonial De Rossi, em Linha Silva Tavares.

Segurança: Pode-se dizer que Antônio Prado é um dos locais mais seguros do Brasil, assim como as demais cidades pequenas da região da serra do Rio Grande do Sul. Não espere encontrar qualquer tipo de problema durante sua estadia.

Saúde: A cidade conta com o Hospital São José, para primeiro atendimento de emergência. Em casos clínicos de maior gravidade, será feita uma transferência para Caxias do Sul, que possui hospitais mais bem equipados. Em casos de alta complexidade, provavelmente uma evacuação de emergência para Porto Alegre será necessária, uma vez que somente lá existem hospitais com qualidade internacionalmente reconhecida.

 

Fonte: http://viagensaoextremo.blogspot.com.br/2012/01/antonio-prado.html 

FALE COM NOSSO CONSULTOR