Blog

Como é viajar pelo Egito e Turquia com a Freeway

A nossa passageira, Suely esteve no Egito e na Turquia por 13 dias e contou as impressões dela sobre a experiência. O Egito é um destino majestoso e imponente. Terra dos faraós, desertos, banhos no Nilo e territórios históricos e megalópoles, é uma experiência única de transformação, aprendizagem, aventura e relaxamento.

Já a Turquia é uma encruzilhada do mundo, entre a Europa e a Ásia. Istambul é o território onde foi Constantinopla, a capital do Império Romano, do Império Bizantino, do Império Latino e, após a tomada pelos turcos, do Império Otomano. Palácios, catedrais, mercados e passeios de barco por esse território tão rico culturalmente

Quer saber tudo que é possível ver e viver por lá para se inspirar? Acompanhe o relato no diário de bordo abaixo:.

 

 

1° dia

A viagem começou com um vôo pela Turkish Airlines. Achei uma excelente companhia!

 

2° dia - Cairo

Logo ao chegar percebemos que o Cairo é um luxo! O hotel está localizado em frente ao Rio Nilo e como era madrugada os barcos iluminados navegavam de um lado para o outro. É uma vista muito bonita!

onhecemos o Bairro Islâmico, a Rua Moaz (um centro histórico destinado somente aos pedestres); a Mesquita Alabastro (1840) construída onde era uma fortaleza (1792) e a Mesquita Tulun, a mais antiga e maior em termos de área, ainda original.

O Bazar Khan El Khalili é um mercado imenso, com muitas tendas, distribuídas em ruas estreitas. Também é imperdível o passeio pelo Azar Park que é público e com uma vista admirável da cidade. A Cidade dos Vivos foi construída em cima de um cemitério e é de uma cena impressionante!

 

3° dia - Luxor

São 7 mil anos de civilização nesta cidade de muitos templos! O primeiro que visitamos foi Karnak, que demorou 2 mil anos para ser construído . Depois fomos à Luxor, que tem um portal majestoso! Dentro encontramos, além do templo dedicado ao deus Amos, também uma mesquita e uma sinagoga!  Uma coisa incrível!

Recomendo o passeio de charrete por toda a cidade, na parte antiga e nova. O mais pitoresco foi passar por dentro do mercado e todos olhando, abanando as mãos.  Eu me senti a própria Cinderela abanando a mão na carruagem do desfile da Disney.

Navegar pelo Nilo à noite, vendo a lua linda refletida no rio Nilo, me emocionou muito!

 

4° dia - Luxor

 

Hoje levantamos às 3h30 para ver o amanhecer voando de balão! Que emoção…foi lindo demais! Depois visitamos a faixa oeste do Nilo, onde se encontra o Vale dos Reis, uma montanha enorme com 63 tumbas de faraós, escritas com hieroglifos e pinturas simbólicas da vida cotidiana.

Também conhecemos o Colossos de Memnon, que são duas estátuas de faraós, em quartzito com 18 metros de altura. De lá visitamos a Casa dos Artesãos e vimos os trabalhos feitos em pedras. Partimos para conhecer o Templo Deser Djeseru da única faraó mulher, a Halshepsut. Construído numa série de terraços, cercados por colunas, que são acessados por rampas e escadas. Maravilhoso!

Retornamos ao navio e seguimos navegando pelo Nilo. Ao entardecer, vimos de nosso terraço  o sol se despedir majestosamente!

 

 

5° dia - Luxor

Começamos o dia indo de charrete, ao Templo em Edfu. Edfu significa Vingança, por causa da batalha nesse local, onde Horus, matou seu tio Sat, que havia assassinado o seu pai Osires. Tem 137 m de altura, data de 237 aC e levou 180 anos para ser construído. É o mais importante do Egito, porque nele surgiu a 1° Biblioteca e o 1° Laboratório de Perfumes. É majestoso!

Atracamos o barco no Templo Sagrado Kom Ombo dedicado a Sebek, o deus crocodilo e Horus o deus falcão, portanto, está dividido ao meio com tudo separado. Está registrado na parede o primeiro calendário e também  foi construído um Ninômetro,  um poço enorme, com uma escada, para que pudessem medir o nível do rio Nilo, para evitar novas enchentes e conservar as plantações.

Nas paredes impressas na pedra as receitas dos perfumes. Os franceses as copiaram e hoje fabricam os melhores perfumes do mundo e nem citam os egípcios! Esse templo foi também hospital dos sacerdotes e nobreza . Talhavam nas pedras todos os tratamentos que tinham tido bons resultados!

 

6° dia - Aswan

O templo de de Abu Simbel é o mais visitado de Ramses II e sua esposa Nefestari. Até o dia dos solstícios, a iluminação do sol, atinge  o deus Amon Ra, Ramses II e Ra (deus da luz) e o sol não bate no Ptah (deus da escuridão). Não é demais?

 

Paramos com o barco num local onde pudemos descer e nos banhamos no Rio Nilo. Juro que fiquei emocionada! O mesmo rio que a mãe de Moisés o colocou e que foi encontrado e criado pela filha do faraó. É de arrepiar!

Os núbios são muito  simpáticos e alegres. Tomamos chá verde com menta, (que é uma delícia), andamos de camelo e até fiz tatuagem de rena.

 

7° dia - Aswan

Saímos com as malas para conhecer a nova barragem do Nilo. Ela tem o contorno em forma de pirâmide. O lago Naser inundou a cidade dos núbios para formar a barragem. É imenso e trouxe grande progresso aos egípcios.

 

8° e 9º dia - Cairo

No Cairo, um show maravilhoso, de luzes e som sentadas em frente às pirâmides nos aguardava. Emoção total!  

No dia seguinte foi o dia de chegar perto e tocar cada uma das pirâmides na cidade de Giza. Foi de uma energia inacreditável! A maior e mais antiga (século 26 aC) é a de QUEOPS. Não à toa é uma das 7 Maravilhas do Mundo. A segunda é a de QUEFREN, filho de Queops, e a terceira é a de MIQUERINUS,  neto de Queops. É impressionante a energia contida nas pedras dessas construções!

Finalmente chegamos à ESFINGE DE GIZA. Impressionante é a maior estátua  talhada num bloco só de pedra maciça. É simplesmente monumental! Ainda nesse dia visitamos uma fábrica que confecciona tapetes e outra de papiros.

 

De lá fomos ao Museu do Cairo que possui mais de 10 mil antiguidades egípcias e o destaque fica por conter o tesouro de Tutancâmon.

 

10° dia - Alexandria

A cidade foi por mais de mil anos a primeira capital do Egito e palco do romance de Marco Antônio e Cleópatra. Guarda alguns tesouros como o Museu das Catacumbas, o maior cemitério romano. Construído em vários andares, por onde foram  recortadas as tumbas na rocha, tem uma energia muito pesada...não recomendo para todos.

A imperdível Biblioteca de Alexandria é o maior acervo do mundo, com mais de oito milhões de livros. Inaugurada em 2002  e com doação financeira e material de todos os países do mundo, que trouxeram suas culturas através de seus livros!

Também conhecemos a Quaiet Bay Castel, uma cidadela e fortaleza construída na ponta da ilha no século XV dC. Passou por quatro terremotos e continua firme com os restauros!

 

11° dia - Istambul

A Turquia é extraordinária já pela sua localização entre  os dois continentes, Europa e Ásia. É um país rico, evoluído, limpo e caro. Istambul foi a antiga Constantinopla.

Nosso passeio se iniciou pelo Mercado Egípcio, depois fizemos um lindo passeio de barco pelo Estreito Bósforo onde pudemos apreciar  a belíssima vista panorâmica das aldeias, palácios,  hotéis e chalés!

Já ouviu falar do Graan Bazaar? É o maior bazar fechado do mundo. Possui 4 mil lojas, 64 ruas e 22 portas. Encontra-se de tudo... tem até uma mesquita! Não é preciso comprar nada para aproveitar o passeio, só apreciando a beleza da arquitetura  e o colorido das lojas já é terapêutico!

 

12° dia - Istambul

Fomos à famosa Santa Sofia, situada no ponto mais alto da cidade e símbolo de Istambul. Foi construída três vezes, por conta de batalhas. A abóboda tem 31 metros de diâmetro e 55 metros de altura, um colosso!

No interior da igreja vê-se muitos mosaicos  banhados a ouro, vitrais coloridos deslumbrantes, lustres com luminosidade tênue, que dá um toque especial ao lugar que tem pinturas maravilhosas sobre Jesus.  Esse local é uma obra prima da arte bizantina, com toda a riqueza da época, dedicada a ela.

Quando da posse dos turcos otomanos passou a ser mesquita pelos muçulmanos. Entretanto, desde 1935 é museu,  na ocasião que o país se tornou laico.

Fomos depois ao Palácio Topkapi de uma riqueza esplendorosa, com pinturas e paredes folhadas a ouro, armas, relógios,  armaduras... tudo em ouro e pedras preciosas. O palácio todo, além das jóias, possui vários prédios, forrados de ladrilhos de uma gama imensa de cores,  brilho e modelos, bem como tapetes e roupas bordados à mão, com detalhes em ouro. O sultão teve que fugir com todas as suas esposas, filhos e parentes para a França quando da invasão dos turcos otomanos. Há descendentes dele por toda Europa, que vivem pelo trabalho.

 

13° dia - Istambul

Chovia e fazia muito frio. Assim foi nossa viagem...começou com calor de deserto e terminou com inverno europeu! Gratidão a Deus por essa viagem maravilhosa! Valeu cada centavo pago!

 

Esse relato te inspirou? Faça como a Suely e se deixe apaixonar pelo Oriente...garantimos que não tem nada igual no mundo! Vamos? Saiba mais sobre viagens para  o Egito e sobre viagens para a Turquia!


 

FALE COM NOSSO CONSULTOR