Blog

6 coisas que você precisa saber sobre a Ilha de Páscoa

Entre isolamento, mistérios, moais e coisas que ninguém sabe, separamos 6 coisas que você precisa saber sobre a fantástica Ilha de Páscoa

 

A Ilha de Páscoa é um dos lugares da Terra que mais carrega mistérios se comparado a sua pequena porção de terra no meio do Oceano Pacífico.

Consequentemente, há diversas teorias e olhares acerca do que representa todo o seu simbolismo histórico.

Ela é uma província do território chileno e faz parte da Polinésia Oriental, um conjunto de ilhas no sul do Oceano Pacífico. 

A área de Páscoa equivale a cerca de 170 km², e tem uma elevação de 510 metros. 

A sua população é de aproximadamente 5.760 pessoas. 

E diante da misteriosa história da Ilha, separamos 6 coisas que você precisa saber sobre esse local:

 

1 - A história do nome Ilha de Páscoa

A ilha é chamada de formas diversas por diferentes línguas. Isla de Pascua em espanhol e conhecida como Easter Island em inglês, devido a sua distante localização. 

No idioma rapanui há três formas, Rapa Nui (Ilha Grande), Mata Ki Te Rangi (Olhos Fixos No Céu) e Te Pito O Te Henúa (Umbigo do Mundo). 

A Ilha de Páscoa tem como origem de seu nome oficial chileno a visita do explorador holandês, Jacob Roggeveen. 

Foi em 1722, logo após atravessar o Oceano Pacífico com o seu navio, vindo do Chile, em 17 dias de viagem, que o capitão descobriu a ilha, em um domingo de Páscoa, dando assim o nome que ficou conhecido até os dias de hoje como a Ilha de Páscoa. 

 

2 - A civilização Rapa Nui

Antes mesmo da chegada dos espanhóis à Ilha de Páscoa, havia a civilização conhecida como Rapa Nui, que habitava o local há cerca de 900 anos. 

Acredita-se que esse povo chegou até a ilha em pequenas embarcações de casco duplo, entre os séculos V e VIII d.C. 

Estudos apontam que povo tem origem polinésia e não Americana. Já que o idioma e tradições rapanui tem relação com a de outras ilhas dessa região do Pacífico.

A população que se desenvolveu, tem como uma de suas marcas, a escrita em hieróglifos, conhecida também como rongo-rongo. 

Pesquisas revelaram que entre as suas atividades, esse povo também cultivava o solo e pescava. 

Estima-se que eram cerca de 15 mil habitantes vivendo na ilha, antes das antigas civilizações entrarem em colapso. O que ainda é um grande mistério.

 

3 - A Ilha mais distante do continente

A Ilha de Páscoa é o solo habitado mais distante de qualquer outro território do planeta. Definitivamente, uma Ilha isolada no meio do Oceano Pacífico.

Páscoa está a 4.100km do Taiti e a 3.700km da costa da América do Sul. E faz parte também de uma das três extremidades de um triângulo imaginário formado por ilhas, como a Nova Zelândia e o Havaí. 

 

4 - O homem-passáro 

A cerimônia do " Homem Pássaro " era um ritual que acontecia todos os anos na Ilha de Páscoa, e que se permaneceu por cerca de 400 anos, até a chegada europeia com a Igreja Católica, que proibiu o acontecimento da cerimônia desde então. 

O Ritual consistia em reunir todos os chefes dos clãs da Ilha, em Orongo, um vilarejo feito pelos nativos, bem na borda do vulcão Rano Kau. Pelo simples fato de ser esse o local que a ave migratória Manutara, fazia os seus ninhos, para colocar os seus ovos nessa específica data do ano. 

A cerimônia, era como uma prova, onde todos os chefes dos clãs tinham como objetivo, descer um penhasco enorme em meio oceano e nadar até Orongo, lá deveriam pegar um dos ovos da ave Manutara, nadar de volta até o outro monte, onde se encontra o penhasco, e subir novamente até o topo, com o ovo intacto. 

O vencedor era aquele que conseguisse fazer isso tudo em um menor tempo, e sem quebrar o ovo. Como premiação, se tornava o grande líder, o governador durante o ano todo de todos os clãs.

 

5 - Moais - As estátuas de pedra

A atração principal, e também o grande marco da Ilha de Páscoa, com certeza são as 887 estátuas de pedra que se encontram espalhadas por toda a região. 

Elas são conhecidas como Moais, e estima-se que foram construídas por volta de 1.200 d.C a 1.500 d.C.

Os seus formatos são variados, com diversas cabeças bem características e troncos corporais em tamanhos diferentes, todas as partes foram construídas com rochas vulcânicas, predominantes da Ilha. 

As estátuas têm de 3 a 20 metros de altura, e podem chegar a pesar toneladas. 

E até hoje não se sabe ao certo sobre a história de tais esculturas, o que acabou gerando muitas teorias e um certo misticismo. E dentre tantas opiniões, há algumas pessoas que acreditam que elas foram colocadas ali por alienígenas.

Mas o mais provável é que elas foram construídas pelas antigas civilizações, e movidas por troncos, tudo feito em um grande trabalho de equipe. 

A maioria das estátuas se encontram viradas de costas para o mar. Acredita-se que elas foram feitas como uma forma de proteção ancestral para e pelo povo antigo da Ilha.

 

5 - Os Vulcões 

A grande curiosidade, que muitos não sabem, é que a Ilha de Páscoa surgiu de algumas erupções vulcânicas há 3 milhões de anos. Foram 4 vulcões responsáveis por criar paisagens que hoje são fascinantes. 

Os vulcões se encontram inativos atualmente, mas são grandes atrações da Ilha. Dentre eles, se destaca o Rano Kau, com seu formato todo exótico, imensos paredões de pedra e um lago plácido de água doce lá embaixo, com uma vegetação nativa sagrada.

Tem também o Rano Rakaru, o vulcão responsável por expelir a rocha amarelada usada pelo povo antigo. É conhecido por ser o mais lindo da Ilha. 

O Teravaka tem o pico mais alto de Páscoa, com uma vista de 360 graus, o queridinho dos aventureiros. 

 

Viaje com a Freeway!

A Freeway é uma empresa apaixonada por criar viagens repletas de novas experiências, com muita aventura e conhecimento.

Por isso, não poderíamos deixar de te convidar para a grande atração mística que é a Ilha de Páscoa. 

A experiência mais distante da terra firme da sua vida. Vem com a gente! Confira nossos roteiros.

 

FALE COM NOSSO CONSULTOR