Blog

Tradição alemã colore cidade catarinense na época da Páscoa

Cidade mais alemã do Brasil fica ainda mais colorida nesta época do ano. Tradição foi trazida para o Brasil há mais de 150 anos por imigrantes.

Fonte: Jornal Nacional, edição do dia 01/04/2015

Uma tradição alemã trazida para o Brasil há mais de 150 anos deixa uma cidade catarinense ainda mais bonita nessa época.
A cidade mais alemã do Brasil fica ainda mais colorida nesta época do ano. Em Pomerode, nem os bichos escapam das tradições da Páscoa. Na casa da família Glatz, patos, pintinhos e até a vaca entram na brincadeira.
“Ah, o coelho passou e fez a travessura da noite. É muito divertido quando as crianças veem os bichinhos todos pintados e acreditam realmente que foi o coelhinho da páscoa é muito divertido”, conta a agricultora Mary Lea Glatz.

Para as famílias de Pomerode também é a hora de montar a Osterbaum - a árvore de Páscoa. É uma tradição carregada de significado. Os galhos secos lembram a tristeza pela morte de Jesus. Já as casquinhas de ovos decoradas, são símbolo de renascimento, da alegria pela ressurreição.
O costume veio com os colonizadores há mais de 150 anos. Os antigos montavam a Osterbaum dentro de casa. Não mais do que um pequeno vaso. O que os moradores de Pomerode estão fazendo, de um tempo para cá, é renovar essa tradição. A Osterbaum agora está nas ruas. No quintal das casas. Ficou bem maior, com mais ovinhos e bem mais colorida.
“As casas vão ficando cada vez mais bonitas. A cidade fica mais bonita e a gente vai entrando totalmente no clima da Páscoa”, diz a cabeleleira Taís Glatz Kertischka.
Olha só o tamanho desta Osterbaum: o Jacarandá de 15 metros de altura foi enfeitado com nada menos do que 80 mil ovinhos. E graças à união dos moradores.
“Foi um mutirão mesmo. Deu de dar bolha nos dedos”, diz a voluntária Lia Karsten.
Os pequenos também ajudam. E é com a participação das crianças que a tradição se mantêm viva e cada vez mais forte. Quem vem de fora, se encanta com os jardins e alamedas de Osterbauns da brasileira Pomerode.

“Lindo, lindo!”, afirma uma mulher.
“Aqui você sente como um outro pedacinho, um novo sabor, uma nova visão da Páscoa”, diz uma outra mulher.

FALE COM NOSSO CONSULTOR