Blog

Romênia: Descobrindo um Tesouro Europeu e Dicas de Viagem

 

 



 

A Romênia é um país localizado no sudeste da Europa, na região dos Bálcãs. Sua capital é Bucareste. A Romênia faz parte da União Europeia desde 2007 e sua língua oficial é o romeno. O país tem uma rica história e cultura, com influências diversas ao longo dos séculos.

 

Você planeja viajar para este país? Então, fique conosco que iremos lhe passar as melhores dicas de viagem.

 

 

Qual a melhor época para ir para a Romênia?

 

 

A melhor época vai depender de qual estação você prefere curtir.

 

 

Primavera (abril a junho):

 

O clima é ameno e agradável, com temperaturas geralmente variando de moderadas a quentes. A flora floresce, tornando a paisagem exuberante e colorida.

Menos turistas, o que pode proporcionar uma experiência mais tranquila.

 

Outono (setembro a outubro):

 

As temperaturas são suaves e agradáveis, com cores de outono nas folhas das árvores. Boa época para explorar áreas rurais e apreciar as tradições locais, como a colheita de uvas e festivais.

 

Inverno (dezembro a fevereiro):

 

O inverno na Romênia pode ser rigoroso, com temperaturas baixas e neve, especialmente nas regiões montanhosas. Algumas atrações podem estar fechadas ou operar em horários reduzidos.

 

Verão (julho a agosto):

 

Os meses de verão podem ser quentes, especialmente em julho.

É uma época popular para viagens, mas algumas áreas turísticas podem ficar mais lotadas.

 

Se você estiver interessado em esportes de inverno, como esqui, e não se importar com o frio, os meses de inverno podem ser adequados para visitar as regiões montanhosas. No entanto, se o seu objetivo é explorar a paisagem, a cultura e as atrações turísticas em condições climáticas mais amenas, a primavera e o outono são escolhas recomendadas.



 

 

 

O que fazer?

 

A Romênia é um país repleto de atrações turísticas que abrangem desde paisagens naturais deslumbrantes até castelos medievais e cidades encantadoras. Confira alguns lugares para visitar:



 

Brasov

 

 

 



 

Brasov está situada no coração da região da Transilvânia, sendo uma das cidades mais importantes e visitadas do país. O centro histórico de Brasov é conhecido por sua arquitetura medieval bem preservada.

 

Uma grande atração do lugar é a Igreja Negra, é uma das maiores igrejas góticas da Romênia. Seu nome deriva do incêndio de 1689, que enegreceu as paredes exteriores da igreja. O interior abriga um órgão impressionante e uma rica coleção de tapetes turcos.

 

Brasov abriga vários museus, incluindo o Museu de História de Brasov e o Museu de Arte de Brasov, que apresentam coleções significativas relacionadas à história local e à cultura artística além de hospedar vários festivais ao longo do ano, desde eventos culturais até festivais de música e celebrações tradicionais.



 

Castelo de Bran | Drácula

 


 

 

 

O Castelo de Bran está localizado perto da cidade de Bran, no condado de Brașov, na região central da Romênia. O castelo ganhou notoriedade internacional devido à conexão com a lenda do Drácula, que foi inspirada no personagem histórico Vlad III, o Empalador.

 

O lugar, possui uma arquitetura única, com torres e muralhas imponentes, além de uma localização cênica no topo de um rochedo. Sua estrutura inclui elementos de diferentes estilos arquitetônicos, refletindo as várias épocas em que foi construído e renovado.

 

Hoje, o castelo funciona como um museu, o Museu Nacional de Bran, exibindo coleções de arte e móveis que pertenciam à realeza romena.

Os visitantes podem explorar várias salas e corredores do castelo, incluindo a torre de observação, além de desfrutar das vistas panorâmicas dos arredores montanhosos.




 

Castelo de Peles

 

 

 

 

A construção do Castelo de Peleș começou em 1873 e foi concluída em 1883. Ele foi encomendado pelo rei Carlos I da Romênia como uma residência de verão para a realeza. O Castelo de Peleș está localizado em uma posição pitoresca, cercado por florestas e montanhas, proporcionando um ambiente encantador e isolado.

 

A arquitetura do Castelo de Peleș é impressionante, com elementos góticos, renascentistas e barrocos.

O interior é igualmente magnífico, com salões ricamente decorados, móveis elegantes, tapetes suntuosos e uma extensa coleção de arte.

 

Uma das salas mais notáveis do castelo é a Sala de Espelhos, que possui 42 espelhos venezianos e afrescos decorativos. O castelo abriga uma impressionante coleção de armas e armaduras, refletindo a paixão do rei Carlos I por essa temática.

Uma galeria de retratos reais exibe pinturas da família real romena, proporcionando aos visitantes uma visão da história do país.



 



 

Mosteiros Pintados da Moldávia

 


 

 

 

Os Mosteiros Pintados da Moldávia são um conjunto de oito mosteiros ortodoxos localizados na região histórica da Moldávia, no nordeste da Romênia. 

 

Esses mosteiros são conhecidos por suas pinturas exteriores vibrantes e bem preservadas, que retratam cenas bíblicas e histórias religiosas. As pinturas nos mosteiros retratam não apenas histórias bíblicas, mas também cenas do ciclo de vida de Cristo, santos ortodoxos, julgamento final, céu e inferno.

 

A maioria dos mosteiros foi construída nos séculos XV e XVI, durante o período medieval. Eles são testemunhas da rica tradição cultural e religiosa que floresceu na região. Além de seu valor artístico, esses mosteiros são importantes centros religiosos que têm desempenhado um papel vital na preservação da fé ortodoxa ao longo dos séculos.

 

 

Parque Nacional Retezat

 

 

 

 

 

O Parque Nacional Retezat está situado na região sudoeste da Romênia, abrangendo parte dos Montes Cárpatos Meridionais. É uma das áreas protegidas mais antigas da Romênia. 

 

Este parque nacional é renomado por sua beleza natural, biodiversidade e paisagens montanhosas impressionantes. Muitas das espécies encontradas na região são endêmicas, o que significa que são exclusivas dessa área.

 

O parque é pontilhado por vários lagos glaciais de águas cristalinas, adicionando ainda mais beleza à paisagem. Alguns dos lagos mais conhecidos incluem o Bucura, o Zănoaga, o Gales, e o Judele.

 

O Parque Nacional Retezat oferece uma extensa rede de trilhas que proporcionam aos visitantes a oportunidade de explorar a beleza natural da região. Há trilhas para todos os níveis de habilidade, desde caminhadas suaves até caminhadas mais desafiadoras.

 

 



 

O que comer?

 

 

 

 

 

A gastronomia romena é caracterizada pela simplicidade dos ingredientes, pela ênfase em pratos sazonais e pela combinação única de sabores. Explorar a culinária romena é mergulhar em tradições locais e sabores autênticos.

 

Comecemos com a mămăligă, uma deliciosa mistura de fubá de milho cozido que serve como tela para uma infinidade de sabores. Seja acompanhada por queijo brânză derretido ou envolta em smântână cremoso, esta polenta romena é a personificação do conforto em um prato.

 

Os sarmale são como pequenos pacotes de história recheados. Folhas de repolho abraçam uma mistura de carne moída, arroz e especiarias, criando uma explosão de sabor em cada mordida. Uma verdadeira obra-prima culinária que é frequentemente encontrada em festas e celebrações.

 

Os mici, ou mititei, são uma expressão de alegria ao ar livre. Salsichas grelhadas, repletas de carne temperada com alho e pimenta, fazem com que churrascos romenos se destaquem. Uma combinação perfeita com amigos, risadas e um copo de vinho local.

 

As sobremesas romenas são verdadeiras obras de arte. Plăcinte, tortas recheadas com uma variedade de delícias como queijo, maçãs ou abóbora, são pedaços de doçura que aquecem o coração. Enquanto isso, o mitră, um pão doce trançado, é um símbolo de celebração e partilha.

 

O que não falta é diversidade de sabores peculiares para você experimentar!

 

Curiosidades da Romênia

 

 

 



 

Estas curiosidades oferecem apenas uma pequena amostra do que a Romênia tem a oferecer aos turistas. Seja explorando sua rica herança cultural, suas paisagens naturais deslumbrantes ou suas lendas interessantes.

 

 

  1. Cidade Subterrânea de Turda: A cidade de Turda abriga uma atração única: a Salina Turda. Esta antiga mina de sal foi transformada em uma atração turística subterrânea, com lagos salgados, corredores e até mesmo um parque de diversões subterrâneo.

 

 

 

  1. Palácio do Parlamento em Bucareste: Bucareste abriga o gigantesco Palácio do Parlamento, também conhecido como Casa do Povo. É o maior edifício administrativo civil do mundo, com mais de 3.000 salas  e um exemplo da grandiosidade da arquitetura da era comunista.

 

 

  1. Tradições de Pintura de Ovos: A Romênia tem uma tradição única de pintura de ovos, conhecida como "ouă încondeiate". Essa arte decorativa é especialmente popular durante a Páscoa, onde ovos são meticulosamente pintados à mão com desenhos intrincados e coloridos.

 

 

 

  1. Tesouro Oculto de Maramureș: A região de Maramureș é conhecida por suas igrejas de madeira ornamentadas, muitas das quais são Patrimônio Mundial da UNESCO. Estas igrejas são notáveis por suas torres altas e pelos detalhes intrincados de esculturas em madeira.




 





 

Viaje com a Freeway para Romênia

 

 

 



 

Você está pronto para uma experiência única e encantadora? A Freeway convida você a desbravar a Romênia, um destino que combina história rica, cultura vibrante e paisagens de tirar o fôlego. Preparamos uma jornada exclusiva para os aventureiros que desejam explorar este tesouro escondido da Europa Oriental.

 

Nossa equipe especializada criou um roteiro meticulosamente planejado para proporcionar uma imersão completa na Romênia. Desde os castelos medievais misteriosos até os mosteiros pintados, cada detalhe foi cuidadosamente selecionado para garantir uma experiência autêntica.

 

A Romênia aguarda, pronta para revelar seus segredos e maravilhas. Reserve sua viagem conosco e embarque em uma jornada onde cada momento é uma descoberta. Conecte-se com a história, mergulhe na cultura e deixe a Freeway guiá-lo por uma experiência única na Romênia. Viaje além dos limites e crie memórias duradouras com a Freeway!